O motivo da escolha de um papel importante, como surgiu a oportunidade, o processo de preparação para o personagem, além de testes, ensaios, inseguranças e desafios são temas recorrentes na vida de um ator. É em torno disso que a apresentadora Marina Person conduz as conversas em “O Papel da Vida”, programa que chega à sua segunda temporada, no Canal Brasil, a partir de domingo, 21 de julho, às 21h30.

No episódio de estreia, Caio Blat conta como foi fazer o longa-metragem “Bróder”, de Jefferson De. O ator contou que, para absorver aquele universo do filme, a produção alugou uma casa na comunidade do Capão Redondo, na qual ele passava os dias, e em algumas ocasiões até dormia por lá. Caio também contou que foi muito importante o improviso nesse trabalho, principalmente na hora de contracenar com o povo da periferia, como se pode ver na abertura do filme.

Dirigida por Gustavo Rosa de Moura, a nova temporada traz, além de Caio Blat (“Bróder”), Matheus Natchtergale (“O Auto da Compadecida”), José Wilker (“O Maior Amor do Mundo”), Wagner Moura (que falou de sua atuação no teatro em “Hamlet”), Leandra Leal (“A Ostra e o Vento”), Marcos Palmeira (“Dedé Mamata”), Daniel de Oliveira (“Cazuza”), Caco Ciocler (“Quase Dois Irmãos”), Débora Falabella (“Dois Perdidos numa Noite Suja”), Maria Flor (“Chega de Saudade”), Leona Cavalli (“Amarelo Manga”), Fabíula Nascimento (“Estômago”) e Otávio Muller (“O Gorila”).

O Papel da Vida
Horário: domingos, às 21h30
Alternativo: quintas, às 14h30; sextas, às 7h00; sábado, às 11h30
Classificação etária: 14 anos

Fonte: Revista de Cinema

Receba NossasNovidades