Além de ser o primeiro “cabeq” independente de grupo radiodifusor a ser distribuído em grande escala em Full HD no País. Atualmente, exibe, em média, 30% a mais de programação nacional,  além das 12 horas semanais exigidas pela Lei do Cabo, o que o configura como um dos canais “super-brasileiros” listados pela Ancine.

Com uma audiência estimada hoje em 1,5 milhão de espectadores frequentes, o Curta! aborda com consistência temas até então pouco explorados pela TV brasileira, atraindo o interesse também de uma audiência qualificada. O grande volume de conteúdos brasileiros inéditos e exclusivos exibidos pelo canal é resultado de projetos aprovados e financiados pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Após finalizadas, as produções estreiam no canal e são exibidas por, em média, 24 meses, período que pode ser estendido caso haja interesse das duas partes na renovação do licenciamento. Entre essas produções, destaca-se a série “Grandes Cenas”, de Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, que começou a ser exibida no final de 2016 e foi reexibida no ano passado, com grande audiência. A produção busca analisar cenas memoráveis do cinema brasileiro e latino-americano. Com apresentação de Matheus Nachtergaele, recebeu nomes como os diretores Hector Babenco e Laís Bodanzky e as atrizes Betty Faria e Fernanda Montenegro.

Outro destaque é a série documental “Palavras Permanecem”, de Renata Druck, com estreia prevista para 2018, em que duplas de artistas brasileiros, como Ná Ozetti, Arnaldo Antunes, Liniker, entre outros, encontram-se e conversam sobre seus processos criativos, a relação que cada um estabelece com as linguagens que utilizam e com as palavras em seus múltiplos suportes.

Canal concentra sua programação em documentários culturais e de história política de curta, média e longa duração, e exibe também séries, cinema de ficção e programas jornalísticos, sempre com foco nas temáticas do canal. No final de 2017, o Curta! atingiu a marca da exibição de mais 400 documentários brasileiros e 90 internacionais.

A programação conta também com séries e documentários internacionais exibidos originalmente por emissoras de grande prestígio, como Arte­ France, BBC, PBS e CBC. Além disso, a equipe do canal percorre alguns dos principais mercados e feiras de conteúdo do mundo, como o Sunny Side of the Doc e MipCancun.

canal tem o compromisso com o fomento e difusão do audiovisual independente no Brasil e já analisou cerca de 2 mil propostas de séries e telefilmes de produtoras independentes de todas as regiões do País.

O investimento nas produções originais e inéditas já levou o Curta! para além da TV.  Em 2017, o canal marcou presença nos principais festivais de cinema do País, com 13 produções originais. Na 19ª edição do Festival do Rio, foram sete longas-metragens, dentre eles, “Piripkura”, eleito o melhor documentário de longa-metragem da Première Brasil, e “Karingana – Licença pra contar”, que registra o encontro da cantora brasileira Maria Bethânia com a escritor angolano José Eduardo Agualusa e os moçambicanos Mia Couto e Mingas.

Já na 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, foram três longas-metragens originais do Curta! selecionados, com destaque para “Tudo é Projeto”, das diretoras Joana Mendes da Rocha e Patricia Rubano sobre o arquiteto Paulo Mendes da Rocha, e “Paulo Autran: O senhor dos palcos”, documentário de Marco Abujamra sobre o considerado “maior ator brasileiro”.

Em sua grade semanal de programação, o Curta! conta com blocos temáticos exibidos no super prime (de 20 às 24h) e reprisados quatro vezes nos dias subsequentes, em horários alternativos (entre 0 e 20h), sendo: “Segunda da MÚSICA” (MPB, jazz, blues e experimental), “Terça das ARTES” (artes visuais, artes cênicas e arquitetura), “Quarta do METACINEMA” (longas de ficção e documentários de metacinema), “Quinta do PENSAMENTO” (literatura, filosofia, psicologia e antropologia), “Sexta da SOCIEDADE” (história, sociologia, política e meio ambiente). Nos fins de semana, o canal exibe o melhor da programação temática.

Receba NossasNovidades